logo ceped

Notícias

12/01/2018

Veranistas que passam a temporada no litoral do Paraná conhecem de perto o Projeto Fauna Brigada Voluntária

Pela primeira vez, o Projeto de Resgate de Fauna em caso de Acidentes Ambientais no Porto de Paranaguá participa da operação Verão Paraná 2017/2018, que presta serviços nas áreas de segurança pública, saúde, esporte, turismo, trânsito, cultura e meio ambiente aos veranistas que passam a temporada no litoral do estado. 


Biólogos e médicos veterinários responsáveis pelas pesquisas realizadas pelo projeto e estudantes de biologia e medicina veterinária que integram o grupo de voluntários estão no balneário de Caiobá, em Matinhos, para realizar um trabalho de conscientização sobre a importância do trabalho voluntário e da preservação ambiental. As ações são divulgadas de quinta a domingo.


Todos estão identificados com bonés e camisetas que têm a logomarca do projeto. A distribuição de squeeze, lixocar e ecobags para a população começa a ser feita a partir desta quinta-feira (18), na barraca montada ao lado do estúdio/contêiner da E Paraná, instalado na Avenida Atlântica, na altura do número 1.000, em Caiobá. 


Durante as atividades da Operação Verão, além da divulgação do  Projeto Fauna Paraná para a comunidade, ficará montada uma exposição fotográfica com fotos da médica veterinária, dra. Letícia Koproski, de animais que habitam a área do complexo estuarino da Baía de Paranaguá.


Convênio


O projeto faz parte de um convênio técnico-científico e operacional entre a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), a Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual do Paraná (Funespar), e conta com o apoio do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres (CEPED/PR)



Os cursos são ministrados pela Funespar e pelo CEDEP/PR, instituição ligada à Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil e à Universidade Estadual do Paraná (Unespar).



Trabalho voluntário


Durante todo o ano passado, foram realizados cursos de capacitação de acadêmicos e da comunidade litorânea para o resgate de animais atingidos pelo derramamento de óleo e produtos químicos perigosos, assim como a despetrolização da fauna oleada.


São ofertados 04 cursos de capacitação: curso de Formação em Despetrolização de Fauna; curso de Formação de Voluntários; curso de Sistema de Comando de Incidentes, e curso para pescadores e para a comunidade local. O conteúdo teórico dos cursos envolve desde a estruturação de um sistema de resgate, tratamento e lavagem de fauna à avaliação ambiental e soltura de fauna reabilitada. 


O treinamento mais recente, encerrado no dia 08 de dezembro, nas dependências do CEPED/PR, capacitou 25 novos brigadistas, entre acadêmicos e pessoas da comunidade em geral. Com a formação de mais essa turma, a Appa já pode contar com mais de 100 brigadistas voluntários.


O grupo de voluntários se dispõe a trabalhar em um regime permanente de prontidão e revezamento, com rápida mobilização em caso de emergências. Eles vão utilizar como base o Centro de Proteção Ambiental das Baías de Paranaguá e Antonina – o primeiro do Brasil localizado em um porto público e que integra atendimentos a emergências ambientais envolvendo derramamentos químicos e de óleo, com o atendimento à fauna petrolizada. O capitão Eduardo Pinheiro, chefe do CEPED/PR, reforça que o projeto é inédito e pioneiro. “O Porto de Paranaguá possui atualmente a estrutura mais moderna do país no atendimento de acidentes ambientais. O grupo de alunos voluntários está sendo preparado para resgatar os animais atingidos por óleo, tratando-os adequadamente para que possam ser devolvidos à natureza em uma condição saudável novamente”, explica o capitão Pinheiro.


"A Appa possui equipe técnica permanente, formada por biólogos, veterinários e graduandos em ciências biológicas. Mas constantemente captamos voluntários interessados, que podem se cadastrar, e realizar os treinamentos", explicou Danyelle Stringari, coordenadora geral do Projeto na Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá e da Universidade Estadual do Paraná (Funespar). A programação dos cursos de 2018 será divulgada no início de fevereiro em todos os canais de informações do CEPED/PR.


Por Sara Carvalho, Assessoria de Comunicação CEPED/PR

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.