logo ceped

Notícias

20/06/2018

CEPED destaca na Colômbia a adesão das cidades paranaenses à campanha da ONU

Começa nesta quarta-feira (20), e segue até o dia 22, em Cartagena, Colômbia, a VI Plataforma Regional para Redução de Risco de Desastres (RRD) nas Américas. O evento é uma oportunidade para governos, setor privado, sociedade civil e outros atores das Américas de trocar experiências sobre a implementação do Plano de Ação Regional, acordado em março de 2017 em Montreal, Canadá, como um guia para a implementação do Quadro de Sendai para Redução de Risco de Desastres 2015-2030 nas Américas.

 

O diretor do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres (CEPED/PR), major Eduardo Pinheiro, está na delegação brasileira que participa do evento. Ele foi convidado para dar uma palestra no dia 21, às 17h, no Centro de convenções da quinta maior cidade do país, e também participar da reunião promovida pelo Escritório das Nações Unidas para a Redução de Risco de Desastres (UNISDR), Redulac e Florida Internacional University.

 

A expectativa é que mais de 1.000 delegados participem do evento, entre eles, gestores públicos, profissionais de várias áreas e especialistas em gestão de risco de desastres.

 

O tema da palestra do major Pinheiro é ‘Estratégia de capacitação para a campanha global Construindo Cidades Resilientes, no Brasil’. Ele vai dar um panorama sobre a participação do Brasil na campanha mundial, que se destaca porque tem o maior número de cidades que aderiram; já são 1032 municípios participantes. “Nesse contexto, o Paraná fica em evidência com a adesão de 80,2% das cidades, ou seja, dos 399 municípios paranaenses, 320 entraram na campanha”.  Isso caracteriza a maior participação percentual no Brasil.

 

Sendo o Paraná o líder na campanha proporcionalmente no Brasil, e o país líderando no mundo, “o CEPED tem a responsabilidade e o dever de dar suporte aos municípios durante todas as etapas do processo até que alcancem a resiliência”, afirma Pinheiro, que também vai falar na Colômbia, sobre o papel e as atividades do centro universitário, incluindo a relação que mantém com as 25 instituições que compõem a Redesastre, a única rede no Brasil com essa organização inédita e inovadora. Esse formato diferenciado dos demais centros brasileiros se explica porque  o CEPED está vinculado academicamente à Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e administrativamente à Casa Militar. O assessoramento é de responsabilidade da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil

 

Outra informação que o diretor vai levar aos participantes do evento será sobre a tradução para a língua portuguesa do guia da campanha e da ferramenta de autoavaliação que cada município preenche, o Scorecard, realizada por pesquisadores bolsistas do CEPED/PR.  

 

CIDADES RESILIENTES - Sobre o curso Cidades Resilientes agendado para 2018, na sede do CEPED/PR, em Curitiba, Pinheiro vai apresentar aos participantes do evento como as aulas foram organizadas e explicar como foi feita a adaptação do material didático. “Encartes para cada um dos quatro módulos, 16 aulas e 40 horas de atividades, inclusive de avaliação. Também estão previstas 16 aulas de vídeos”.

 

Pinheiro também vai citar a websérie Resiliência Na Real, realizada com 16 episódios por meio de uma parceria com o curso de cinema da Unespar, e encenados por membros da própria equipe do CEPED/PR.

 

Como mensagem final de sua palestra em Cartagena, Eduardo Pinheiro quer colocar aos representantes dos países das Américas que “Não adianta nada termos uma campanha com diretrizes bem elaboradas, e uma estratégia definida por um grupo de especialistas, se não fizermos com que ela chegue às pessoas que precisam colocá-la em prática”. Pretende ainda destacar a atuação do CEPED, que tem a percepção da oportunidade de reunir esses atores tão importantes “que são o escritório das nações unidas, o promotor da campanha, a defesa civil nacional, para conseguir estabelecer parcerias e fazer chegar às pessoas o que elas precisam para tornarem-se cidades mais resilientes”.

 

A Plataforma Regional também incluirá um espaço de exposição ("marketplace"), uma exposição de fotografias e um palco ("Ignite Stage"), um local onde diversos profissionais e especialistas em RRD apresentarão ferramentas e iniciativas inovadoras em torno da temática. 

 

Por Sara Carvalho, Assessoria de Comunicação CEPED/PR




Fonte: http://eird.org/americas/noticias/la-region-de-las-americas-se-reunira-para-abordar-la-reduccion-del-riesgo-de-desastres.html#.WypzzFVKjIU

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.